Além do Cidadão Kane

quarta-feira, 6 de maio de 2009

O câncer da sociedade

A “Veja”, o leitor já sabe, é a coisa mais vigarista, sem escrúpulos e – permita-nos as senhoras – mais porca que existe na mídia. Portanto, não é uma surpresa, nem para nós nem para ninguém, que os poodles do Bob Civita tenham resolvido explorar politicamente o transitório mal que acometeu a ministra Dilma Rousseff. Entretanto, além de bater seus próprios recordes de sordidez, agora “Veja” acrescentou mais um: o de idiotice.

Imaginem que todas as páginas que ela dedica à doença da ministra, a começar da capa, são para dizer que o governo está explorando politicamente esse problema clínico. Enquanto diz isso, há descrições, inventadas e transudando entomológico sadismo (sim, o sadismo próprio dos insetos), sobre a primeira quimioterapia da ministra, sobre quando será a segunda, sobre quando começarão (?) a cair os cabelos da nossa fada, etc., etc., e mais não falaremos dessa abjeção porque o estômago não permite tal violência. Naturalmente, “Veja” não sabe nada sobre o assunto e muito menos sobre o caso concreto da ministra. Mas quem disse que seu interesse, ainda que por mínimo, esteja em fatos, ainda que sejam no terreno da falta de respeito e de limites contra um ser humano?

Certamente, não é novidade o ladrão que grita “pega ladrão”, ou o homicida que chama o vizinho de “assassino”, ou o escroque que culpa as autoridades por suas fraudes, ou o pedófilo que denuncia o primeiro passante como “pervertido”.

O original, no caso, é o criminoso acusar outros do crime enquanto o está cometendo, mais precisamente, no mesmo momento em que todos estão vendo que é ele, e não outros, que está cometendo o crime. Somente o Bob Civita poderia chegar a esse grau de imbecilidade – e, talvez, esteja explicado porque ele só consegue contratar imbecis.

Evidentemente, se eles dependem do câncer para eleger o Serra, é sinal de que as coisas estão muito ruins para o lado deles. Se a nossa candidata for Dilma, então, em breve estarão ferrados – e mal pagos. Nem o DOI-CODI conseguiu vencê-la. Quanto mais o Serra, que no momento está muito preocupado com os espirros da Miriam Leitão – ou será que nós confundimos os suínos?

No entanto, é disso mesmo que a “Veja” tem medo – e daí o recorde de idiotice obtido em sua última edição. Mas, em tudo, há algo de verdadeiro, como dizia algum teólogo. A identificação que o Civita e seus empregados têm pelo câncer é perfeitamente justa. Não é outra coisa o que eles são na sociedade brasileira. O tratamento, por sinal, é o mesmo.

CARLOS LOPES
.
Original em Hora do Povo

3 comentários:

marciacsilva disse...

Estou para lhe escrever já algum tempo, Seu blog é um dos melhores que tenho listado além de sempre atualizado.
Venho aqui quase todos os dias para me informar e algumas matérias posto em meu blog (com os devidos créditos).
Parabéns
Márcia silva
www.marciacsilva.wordpress.com
www.cebrapaznucleorio.wordpress.com

RLocatelli Digital disse...

Dilma já venceu este câncer. Era apenas um pequeno linfoma na axila.
Em 2010 ela vai vencer outro câncer, este beeeeemmmm maior!

miguel grazziotin disse...

Bom dia
É a primeira vez que visito seu blog.
Parabéns é de um nível excelente!
Já o coloquei entre os meus favoritos e pretendo visitá-lo com regularidade.
Um abraço
Miguel Grazziotin

Copyleft - Nenhum Direito Reservado - O conhecimento humano pertence à Humanidade.